Revolução digital no ensino médio

Quando entramos em contato com o outro, não gerenciamos apenas
informações, mas também a nossa relação com ele. Um bom dia, um muito
obrigado, as formas de tratamento (você, a senhora), tudo isso é gerenciamento de relação.

Muitas vezes, ao introduzirmos um assunto, construímos antes uma
espécie de “prefácio gerenciador de relação”. O personagem Riobaldo,
dialogando com seu interlocutor, em Grande Sertão – Veredas, diz:
Mas o senhor é homem sobrevindo, sensato, fiel como papel, o senhor me
ouve, pensa e repensa, e rediz, então me ajuda. Assim, é como conto.

inscrição enem 2020 600x324 - Revolução digital no ensino médio

Antes conto as coisas que formaram passado para mim com mais pertença. Vou lhe
falar. Lhe falo do sertão. Do que não sei. Um grande sertão! Não sei. Ninguém
ainda sabe. Só umas raríssimas pessoas – e só essas poucas veredas,
veredazinhas. O que muito lhe agradeço é a sua fineza de atenção

A única informação desse texto é que Riobaldo, vai falar do sertão, coisa
pouco conhecida. O resto é gerenciamento de relação ao Enem Inep 2020.
Às vezes, um diálogo é puro gerenciamento de relação. É o que acontece
quando duas pessoas falam sobre o tempo ou quando dois namorados conversam
entre si. O que dizem é redundante. Se um diz – Eu te amo!, isso é coisa que o outro já sabe.

Mesmo assim, pergunta outra vez: – Você me ama? E recebe a
mesma resposta. E ficam horas a fio nessa redundância amorosa, em que o
importante não é trocar informações, mas sentir em plenitude a presença do
outro.

Depois que o relacionamento evolui e se casam, passam a sentir-se mais
seguros, um em relação ao outro, e aí começam a negligenciar a parte
carinhosa, sensível entre os dois, para cuidar de aspectos mais práticos. Por esse
motivo é que, no espaço privado, acabamos gerenciando mais informação e
menos relação. Dentro de casa, raramente as pessoas dizem por favor ou muito
obrigado. No espaço público, até mesmo por motivo de sobrevivência social, as
pessoas procuram, com maior ou menor sucesso, gerenciar, além da
informação, a relação.

No mundo de hoje e no futuro que nos espera, é muito importante saber
gerenciar relação. O mundo está passando por uma mudança em relação ao
emprego industrial e rural. No campo, para o futuro, a perspectiva é termos
apenas 2% da população interagindo com uma agricultura altamente
mecanizada. Nas cidades, menos de 20% trabalharão nas indústrias robotizadas e
informatizadas. O resto (mais de 80%) ficará na área de serviços. Ora, serviços
implicam clientes e clientes implicam bom gerenciamento de relação.

O trabalho do futuro dependerá, pois, do relacionamento. Mesmo os profissionais
liberais dependem dele. O médico ou o dentista de sucesso não é
necessariamente aquele que entrou em primeiro lugar no vestibular e fez um
curso tecnicamente perfeito. É aquele que é capaz de se relacionar de maneira
positiva com seus clientes, de conquistar sua confiança e amizade.

prova enem 2020 600x374 - Revolução digital no ensino médio

No plano da vida pessoal, não é diferente. Quantas pessoas nós conhecemos,
gente famosa, bonita, rica, com prestígio, mas extremamente inteligente vai fazer a inscrição Enem 2020 e estudar muito.

saber se relacionar com o outro! A verdade é que ninguém é feliz sozinho, mas,
ao mesmo tempo, temos medo de nos relacionar com o próximo. Conseguimos
diminuir a distância que nos separa das partes mais longínquas do mundo, por
meio da aviação a jato, da tevê a cabo, da internet, mas não conseguimos
diminuir a distância que nos separa do nosso próximo.

Temos medo de entrar em
contato com o outro em nível pessoal, mas precisamos vencer esse medo! Há
pessoas que vestem uma espécie de armadura virtual para se defender.

O tempo passa e elas não percebem que essa armadura não as está protegendo, está
apenas escondendo as feridas da sua solidão. O outro deve ser visto por nós como
uma aventura. Temos de arriscar! Nós nunca estamos diante de pessoas prontas e
também não somos pessoas prontas. Ao contrário, é no relacionamento com o
outro que nos vamos construindo como pessoas humanas e ganhando condições de sermos felizes.

Vote

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *